Dia D de Doação arrecada 6,5 toneladas de alimentos, mais de 8,5 mil peças de roupas e calçados, 2,8 mil EPI´s da saúde e 71 bolsas de sangue

9 set, 2021 | Notícias

Promovida pela SMCC, ação contou com a participação das faculdades de Campinas em uma gincana do bem; Grupo UniEduK foi o grande vencedor

O “Dia D de Doação”, promovido no último dia 7 pela SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas), arrecadou cerca de 6,5 toneladas de alimentos, 400 produtos de higiene, mais de 8.500 peças de roupa, cobertores e calçados e cerca de 2.800 itens de EPI´s (Equipamentos de Proteção Individual) para a saúde, além de 71 bolsas de sangue, que poderão ajudar quase 280 pacientes. Entre os destaques estão 165 cestas básicas, 1.400Kg de massas e 2.600 máscaras tipo N95/PFF2 para serem usadas por profissionais da saúde no combate à pandemia.


A ação, organizada em parceria com o Hemocentro e com o apoio da FEAC (Federação das Entidades Assistenciais de Campinas) e Prefeitura Municipal de Campinas, contou ainda com a participação das quatro faculdades de Medicina da região, em uma “gincana do bem”. Os alunos de medicina da Unicamp, PUC Campinas, São Leopoldo Mandic e UnieduK se esforçaram para garantir o título de maior doador, e o time vencedor foi o do Grupo UniEduK (Unimax e UniFaj).

Acadêmicos de Medicina participaram de gincana do bem

“Todos os times se engajaram muito nessa campanha para arrecadar os donativos e para conseguir os voluntários para doar sangue. A quantidade de donativos é surpreendente! A gente não imaginava que ia ter esse volume de doação que os alunos de medicina conseguiram. O grande mérito é deles!”, comenta o organizador do evento e diretor comercial e de marketing da SMCC, dr. Marcelo Amade Camargo. “A minha avaliação é a melhor possível, superou as expectativas. A gente teve a ideia esse ano e já está entendendo que é uma ação que deve ser repetida. Já começamos a planejar um novo ‘Dia D’ no ano que vem”, antecipa o organizador.

A presidente da SMCC, Dra. Fatima Bastos, também avaliou que o evento superou as expectativas. “A ideia era congregar as quatro faculdades, numa ação solidária, despertar no aluno esse sentimento de ajudar o próximo. E a alegria de estar vendo o que está acontecendo aqui é muito grande. Isso só pode deixar a gente muito feliz e ver que a nossa missão está no caminho certo”, diz.

Foram doadas 71 bolsas de sangue

Para que todas as doações chegassem às pessoas que realmente precisam, a SMCC firmou algumas parcerias: as bolsas de sangue foram destinadas ao Hemocentro de Campinas, que distribuirá para os hospitais de toda a região; os alimentos e produtos de higiene serão entregues para a FEAC, que enviará ás entidades mais necessitadas; calçados, roupas e cobertores vão para a Campanha do Agasalho da Prefeitura de Campinas e os EPI´s irão para a Secretaria de Saúde de Campinas, que distribuirá nos hospitais e centros de saúde do SUS.

O prefeito de Campinas, Dário Saadi, visitou o evento e destacou a importância desse tipo de campanha. “Eu quero parabenizar a Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas, dizendo que essa ação fantástica, num momento onde os bancos de sangue falam do baixo estoque, além da possibilidade das quatro faculdades de medicina aqui de Campinas trazerem os alunos para esse ato de solidariedade, dá resultado”, afirma.

Gincana do Bem

As arrecadações para o Dia D de Doação começaram muito antes do dia 7 de setembro, com o trabalho dos alunos das faculdades de medicina (UnieduK, Puc Campinas, São Leopoldo Mandic e Unicamp). Por mais de um mês, eles recolheram donativos e cadastraram doadores de sangue. Cada item tinha uma pontuação específica e o objetivo era somar o maior número de pontos para ser o grande vencedor.

O time UniEduk terminou a gincana em 1º lugar, e foi o que arrecadou mais alimentos e EPI´s; em 2º, ficou o Time Unicamp, líder na arrecadação de roupas; em 3º lugar, o Time São Leopoldo Mandic, que mais arrecadou cestas básicas, e, em 4º, ficou o time Puc Campinas.

“O time vencedor será reconhecido, mas a verdade é que todos ganham, pois, o mais importante é conseguir ajudar tantas pessoas ao mesmo tempo. Esse é o espírito e o objetivo dessa ação”, reforça Dr. Marcelo, idealizador da ação.

Doações superaram as expectativas

Para Gabriela Jorge El Rassi, aluna do 2º ano de Medicina, uma das líderes do time da UniEduK, a experiência foi muito positiva como um todo. “O Grupo UniEduK vinha fazendo várias campanhas durante essa pandemia, mas participar dessa específica foi muito gratificante para mim e para o nosso time. A gente está vivendo um momento muito difícil. Até o slogan “Herói é quem ajuda o próximo”… a gente viu nessa pandemia o quanto os heróis de saúde foram considerados heróis e trazer essa mensagem para a sociedade, que todo mundo pode ser herói, pode ajudar o próximo, tem sido muito legal”, comenta.

Para ela, o grande diferencial do seu time foi o apoio da faculdade e de todos os participantes. “Eu estou muito, muito feliz! Gostaria de agradecer o time e a instituição UniEduK por ter abraçado a causa junto com a gente. Só foi possível a gente ter arrecadado o que arrecadou hoje, diversos alimentos, produtos, EPI´s, graças a todos. Eu estou muito grata mesmo”, afirma.

Ferramenta de imagem

Notícias Recentes

SMCC promove evento sobre assédio no ambiente de saúde

SMCC promove evento sobre assédio no ambiente de saúde

Encontro será no dia 20 de junho para profissionais da área de saúde A Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) realizará no próximo dia 20 de junho, das 19h às 21h, um evento importante para profissionais de saúde: "Assédio no ambiente de saúde: como...