Se você teve covid-19 há menos de seis meses, pode ajudar outros pacientes

19 maio, 2021 | Notícias


Hemocentro da Unicamp está realizando a coleta de plasma convalescente

O Centro de Hematologia e Hemoterapia da Unicamp (Hemocentro) está realizando a coleta de plasma convalescente para ajudar pacientes que tenham contraído covid-19 moderada ou grave. Além dos critérios comuns para doação de sangue, confira quais são AQUI, os doadores de plasma precisam ter tido covid-19 há, no máximo, seis meses, e devem estar sem sintomas há mais de 30 dias. Podem fazer a doação pessoas assintomáticas e também as que tiveram casos leves ou moderados da doença, sem necessidade de internação. A ação colabora com a campanha realizada pelo Instituto Butantan, que está recrutando doares de plasma convalescente em todo o Estado de São Paulo.

Dr. Bruno Deltreggia Benites

Quando uma pessoa contrai um vírus como o da covid-19, seu sistema imunológico cria anticorpos para combater o vírus. Esses anticorpos são encontrados no plasma, que é a parte líquida do sangue. O plasma com esses anticorpos de combate à infecção é chamado de “plasma convalescente”. Através de um processo de doação de sangue, esse plasma rico em anticorpos pode ser coletado de uma pessoa recuperada da doença e depois transfundido para um paciente doente que ainda luta contra o vírus. Isso pode fornecer um impulso ao sistema imunológico do paciente doente e pode ajudar a acelerar o processo de recuperação. “A ideia é que esse produto tenha altos níveis de anticorpos específicos contra o vírus que causa a doença e, por isso, possa ajudar pacientes em meio à infecção”, explica o dr Bruno Deltreggia Benites, coordenador da Divisão de Hemoterapia do Hemocentro da Unicamp

Neste tipo de doação, o plasma é separado do sangue do doador e testado para tipo sanguíneo e doenças transmissíveis, como todos os outros tipos de produtos sanguíneos. “Mas, este caso, testado também para os níveis de anticorpos anti-SARS-Cov-2. Este produto então é infundido, como uma transfusão de sangue”, afirma o médico. Uma única doação pode beneficiar até três pacientes, já que, além do plasma, poderá ajudar, também, com as hemácias (parte vermelha) e as plaquetas, que ajudam pacientes com sangramentos.

Na região de Campinas, as doações de plasma convalescente devem ser feitas com horário agendado, nos seguintes locais:




Notícias Recentes

MANIFESTAÇÃO DA SMCC SOBRE MUDANÇAS NAS REGRAS DA CNRM

MANIFESTAÇÃO DA SMCC SOBRE MUDANÇAS NAS REGRAS DA CNRM

No dia 17 de abril de 2024, nós fomos surpreendidos por uma decisão UNILATERAL do governo federal, que mudou drasticamente as regras da CNRM (Comissão Nacional de Residência Médica). Através do decreto 11.999, sem nenhum conhecimento ou consulta prévia feita às...