Página Inicial 9 Notícias 9 MÉDICOS NAS MÍDIAS DIGITAIS: CIRURGIÕES PLÁSTICOS E DERMATOLOGISTAS ESTÃO ENTRE OS CASOS DE INFRAÇÕES MAIS FREQUENTES

MÉDICOS NAS MÍDIAS DIGITAIS: CIRURGIÕES PLÁSTICOS E DERMATOLOGISTAS ESTÃO ENTRE OS CASOS DE INFRAÇÕES MAIS FREQUENTES


O Encontro “Uso das Mídias Digitais na Área Médica” realizado nesta quinta-feira, 26/04, foi sucesso de público no auditório da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC). Foram mais de 60 participantes. A parceria da SMCC com o Conselho Regional de Medicina (CRM) e a Comissão da Saúde da OAB Campinas trouxe médicos, advogados e profissionais da área de saúde para o debate sobre sigilo profissional e as infrações éticas e legais do mau uso do WhatsApp, Facebook, Instagram e outras mídias. 

 A  Presidente da SMCC, Dra. Fátima Bastos, comentou sobre a preocupação da Casa dos Médicos em promover o encontro. “O papel da SMCC é fundamental! Os jovens médicos já nasceram e estão vivendo com o celular na mão. Precisamos ter cuidados éticos ao utilizar as mídias digitais. Nós estamos aqui para explicar o que é ético e o que não é. Mostrar atitudes que podem trazer problemas junto ao CRM. Nosso papel é de educador”. 

Entre os casos mais comuns que chegam para a Delegada do CRM, Dra. Marisa Broglio, estão postagens ou compartilhamentos feitos por Cirurgiões Plásticos e Dermatologistas. “Recebemos denúncias vindas de pacientes, denúncias anônimas e até de colegas médicos ou empresários de clínicas concorrentes. Nem todo questionamento é reclamação, mas uma quebra no relacionamento já é motivo. São mais frequentes os casos de publicidade envolvendo os médicos mais jovens das áreas de cirurgia plástica e dermatologia, mas acontecem também em ginecologia”. 

O CRM também promove campanhas para educar e informar os médicos. O Conselho esclarece que antes de encaminhar processos envolvendo publicidade irregular realiza oitivas para comprovar as denúncias. 

Legislação e Publicidade Médica 

Da Comissão de Direito da Saúde da OAB Campinas, Dr. Idalvo Camargo de Matos Filho diz que com a febre do uso das mídias poucos sabem de fato usar as ferramentas e que a legislação é muito clara sobre a conduta. Falta é conhecimento. “Eu não diria que os mais jovens ou mais velhos têm mais ou menos problemas. Acho que falta conhecimento das ferramentas mesmo e da própria lei. Os mais jovens tem mais familiaridade com as mídias. Ainda assim é uma questão de primar pela ética médica”.

 O Presidente da Comissão de Direito Digital/Eletrônico da OAB-Campinas, Dr. Carlos Alberto Casanova Campos diz não ter estatísticas sobre casos, mas ressaltou que os processos tem aumentado. “A infração ética tem aumentado em todas as áreas, a questão é que tem algumas profissões como a área médica e do direito em que as regulamentações para mídias ou publicidade restringem o uso. Mas, muitos profissionais tem tido bom senso. Acredito que um bom trabalho como o de hoje serve como uma Educação Digital, entre aspas, ajuda na conscientização”. 


Anúncios

Notícias Recentes

HIDS inicia diagnóstico arqueológico

HIDS inicia diagnóstico arqueológico

Trabalho será realizado na Fazenda Argentina e nas áreas adjacentes O HIDS (Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável), o um cluster de inovação de terceira geração que será construído em Campinas e foi o tema da matéria especial da Revista MedicAção de...

Clube dos Médicos está com inscrições abertas para aulas de tênis

Clube dos Médicos está com inscrições abertas para aulas de tênis

Podem participar associados ou não, a partir dos quatro anos de idade; há opções aulas individuais ou em grupo O Clube de Campo da SMCC está com inscrições abertas para as aulas de tênis. Podem participar associados ou não, mas associados possuem valores exclusivos e...

Matrículas para cursos de idiomas vão até 28 de janeiro

Matrículas para cursos de idiomas vão até 28 de janeiro

Estão disponíveis aulas de inglês, italiano e espanhol, do básico ao avançado A SMCC prorrogou as inscrições para os cursos de idiomas do primeiro semestre de 2022 para o dia 28 de janeiro. Associados, dependentes e não associados poderão fazer cursos de inglês,...