Jornada da SMCC reforça importância da ampliação de rede em cuidados paliativos

1 abr, 2019 | Notícias

Com auditório lotado e intensa participação de profissionais de várias áreas do atendimento à saúde, a II edição da Jornada de Cuidados Paliativos de Campinas e Região, aconteceu neste dia 30/03, no auditório Monsenhor Salim – Campus II da PUC Campinas.

O evento é uma realização da Sociedade de Medicina, a SMCC, em conjunto com a Liga de Tanatologia e Cuidados Paliativos da Unicamp e do Departamento de Clínica Médica da PUC Campinas.

Os temas da Jornada expuseram como o Brasil ainda carece expandir sua rede de profissionais capacitados ou com acesso ao debate sobre cuidados paliativos. Alguns profissionais trouxeram o parâmetro entre o país e outros mais desenvolvidos nas iniciativas. Com apontamento para legislações relacionadas ao tema como fez a Enfermeira UNICAMP, Dra. Ana Regina Borges Silva.

Os aspectos do acompanhamento de casos durante todo o processo de tratamento, luto e retomada da rotina dos parentes como pontuou a Psicóloga PUC Campinas, Dra. Nely Aparecida Guernelli Nucci.

A contribuição de outros profissionais como fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, nutricionistas, assistentes sociais e fisioterapeutas para um atendimento conjunto e adequado a cada caso.

 

Justiça, serviço público e academia

O Juiz de Direito, Dr. José Henrique Rodrigues Torres, foi responsável por um dos momentos mais marcantes do evento. Ao expor sua palestra sobre os impasses e reflexões sobre Eutanásia, Distanásia e Ortotanásia, o juiz colocou todo o grupo para refletir sobre a responsabilidade legal quanto ao cuidado, direitos e vontades do paciente em ter qualidade de vida no restante do tempo que falta ao paciente. Mas, mais que isso levantou a polêmica questão envolvendo a falta de recursos e o atendimento precário em unidades de saúde pelo Brasil.

A II Jornada ainda contou com a presença da reconhecida médica especialista no tema, a Dra. Maria das Graças Mota Cruz de Assis Figueiredo, Professora da Faculdade de Medicina de Itajubá. Ela lamentou o panorama da formação acadêmica hoje que apesar do grande número de Universidades não dispõe de uma abertura formal e regular para cuidados paliativos.

O Dr. Leonardo de Oliveira Consolim, médico na Santa Casa da Misericórdia de Passos e Hospital Regional do Câncer de Passos, ajudou a plateia com cerca de 300 pessoas a entender como também é importante cuidar e acolher o luto dos profissionais envolvidos com cuidados paliativos.

No final do dia, a dinâmica: O sentido da vida com o mestre Francisco Carlos Gomes Psicólogo da PUC-SP usou o símbolo usado para a divulgação do evento, uma borboleta azul, para sensibilizar o grupo a olhar e pensar sobre si mesmos e os colegas profissionais nesta jornada para implantar e dar condições de trabalho aos cuidados paliativos.

 

SERVIÇO

Informações sobre futuros eventos do Grupo de Cuidados Paliativos da SMCC: [email protected]

[foogallery id=”1905″]

Notícias Recentes

SMCC promove evento sobre assédio no ambiente de saúde

SMCC promove evento sobre assédio no ambiente de saúde

Encontro será no dia 20 de junho para profissionais da área de saúde A Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) realizará no próximo dia 20 de junho, das 19h às 21h, um evento importante para profissionais de saúde: "Assédio no ambiente de saúde: como...