Coordenadora do DC de Ginecologia e Obstetrícia explica o que é a ausência de menstruação e suas causas

29 jun, 2022 | Notícias

Problema, que gera várias dúvidas nas mulheres, pode ter várias causas e precisa ser investigado

A coordenadora do Departamento Científico de Ginecologia e Obstetrícia da SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas), Dra. Isabela Nelly Machado, concedeu uma entrevista sobre um problema que pode gerar muitas dúvidas nas mulheres: a ausência de menstruação. Confira!

 O que é ausência de menstruação?

O ciclo menstrual é contado a partir do primeiro dia da menstruação até o primeiro dia da outra menstruação, que é quando começa um novo ciclo, então é o intervalo entre os dois primeiros dias da menstruação. Convencionou-se chamar este intervalo de tempo de ciclo menstrual. O ciclo menstrual, para ser considerado normal, é entre 25 e 35 dias. Baseado neste conceito, todo ciclo que está com mais de 35 dias, ou seja, a partir do 36º dia, já considera-se ausência de menstruação ou amenorreia.

O que é amenorreia (primária e secundária)?

Quando a mulher nunca menstruou, com mais de 18 anos, é chamada amenorreia primária. Se essa mulher já tinha previamente ciclos menstruais e, de repente, esses ciclos desaparecem, é chamada de menorreia secundária.

Quanto tempo de atraso menstrual é normal?

Para cada mulher, existe um padrão de ciclo menstrual, então, o ideal é que a gente conheça esse padrão, e tudo que estiver fugindo dele, já considere um atraso menstrual. Por exemplo, se o ciclo menstrual de uma mulher (o padrão dela) é de 27 dias, a partir de um atraso adicional de 7 dias, ou seja, 34 dias, já pode-se considerar que essa paciente está em atraso menstrual. Vamos voltar ao conceito inicial de ciclo menstrual, de que até 35 dias de intervalo, consideramos normal. Essa mulher, mesmo com 34 dias, seria considerado um atraso, pois ela tem um ciclo de 27 dias. Caso a mulher tenha um ciclo de 33 dias, devemos esperar a partir do 40º dia.

Quais as causas da ausência de menstruação?

Existem muitas causas, desde hormonais até estruturais e genéticas. Assim que for diagnosticada a ausência da menstruação, precisa ser avaliado individualmente, tanto clinicamente como em relação à história dessa paciente, e, muitas vezes, será necessário o auxílio de exames complementares, como os laboratoriais e de imagem.

Quais os sintomas da ausência de menstruação?

A ausência da menstruação, por si só, já é um sintoma e, dependendo da causa dessa amenorreia, pode ou não, haver sintomas associados. Por isso é importante investigar a causa, mas a partir dos sintomas associados, eu já consigo ter uma ideia das hipóteses mais prováveis de causas para essa amenorreia. Vou dar um exemplo: uma mulher entra em amenorreia e apresenta secura vaginal, ondas de calor, às vezes algum distúrbio de sono associado com uma história de sempre ter tido ciclos regulares, e ela ter mais de 40 anos. A causa mais provável dessa amenorreia é a síndrome climatérica, a menopausa. Totalmente diferente de uma mulher de 20 anos que nunca menstruou. Dificilmente ela vai ter outros sintomas associados se a causa dessa amenorreia for hipotalâmica, uma causa genética, em que essa paciente não tem o útero, por exemplo, então não tem como menstruar. Então, os sintomas dependem e indicam possíveis causas.

 Quando é necessário procurar um médico?

A princípio, toda amenorreia súbita deve ser investigada. Portanto, uma mulher que sempre menstruou e, de repente, está entre 40 e 60 dias sem menstruar, precisa investigar. Nem sempre a causa vai ser grave, mas precisa ser investigada. Então eu sugiro essas duas situações para se procurar um médico: quando for uma amenorreia súbita, associada a outros sintomas, e também nos casos de amenorreia primária, uma mulher com mais de 17 ou 18 anos, que nunca menstruou.

A ausência da menstruação pode indicar problemas de saúde?

Em algumas situações sim, a ausência da menstruação pode indicar algum problema de saúde, algum diagnóstico que seja necessária a abordagem com tratamento médico; outras vezes, não, pode ser somente uma gestação, por exemplo.

Como é feito o diagnóstico da ausência de menstruação?

O diagnóstico de ausência de menstruação (amenorreia) é feito toda vez que a mulher estiver com ciclo menstrual maior que 35 dias a partir do início do último fluxo menstrual, lembrando, também, que isso deve ser individualizado, como eu já dei o exemplo anteriormente. Se o ciclo normal de uma mulher é de 25 dias, não é preciso esperar 35 dias para dizer que ela entrou em amenorreia, aí, a partir de 30 ou 32 dias, já há um atraso de 5 ou 7 dias, já pode ser considerado amenorreia ou ausência de menstruação. Agora, para o diagnóstico da causa da amenorreia, é preciso fazer um exame clínico completo (anamnese mais exame físico) e, muitas vezes, associado com exames complementares.

Quais os tratamentos para a ausência de menstruação?

O tratamento vai depender da causa da amenorreia, mas a maioria envolve hormônios ou estimulantes de hormônios.

Quais as recomendações para quem sofre de ausência de menstruação?

Para aquelas mulheres que a menstruação sempre tem longos períodos de amenorreia ao longo do ano, entre uma menstruação e outra, com períodos maiores que 40, 60 dias, o que é conhecido pelo termo médico de espaniomenorreia, o ideal é que procurem por um atendimento médico para investigar a causa de base, ver se é alguma causa patológica ou não, para que decida, junto com seu médico, a necessidade de um tratamento para entender o que está acontecendo com ela.

 

Notícias Recentes

SMCC promove evento sobre assédio no ambiente de saúde

SMCC promove evento sobre assédio no ambiente de saúde

Encontro será no dia 20 de junho para profissionais da área de saúde A Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) realizará no próximo dia 20 de junho, das 19h às 21h, um evento importante para profissionais de saúde: "Assédio no ambiente de saúde: como...