Página Inicial 9 Notícias 9 Abraço faz bem para a saúde. E o autoabraço também!

Abraço faz bem para a saúde. E o autoabraço também!

Dra Carmen Sylvia Ribeiro

O abraço é conhecido culturalmente como uma demonstração de carinho e afeto entre os humanos. Estudos demonstram que um abraço que dura em torno de 30 segundos traz um profundo benefício terapêutico sobre o corpo e a mente.

A partir do vigésimo segundo, acontecem diversas reações neurofisiológicas no cérebro. A mais importante delas é a liberação de um hormônio chamado ocitocina, conhecido também como “hormônio do Amor”, produzido pelo hipotálamo.

A substância traz uma série de benefícios à saúde, promovendo uma redução da hiperatividade da amígdala cerebral, a nossa “central” do medo e ansiedade. Ao reduzir a ativação desta “central do medo”, reduzimos o efeito da cascata do estresse e da ansiedade, que podem levar ao aumento da pressão arterial e tensão física e emocional.

No momento do abraço, também liberamos outras substâncias fundamentais para nosso bem-estar e alívio das tensões físicas e dores. Liberamos os nossos próprios relaxantes e analgésicos “naturais”, chamados de endorfinas. Estas endorfinas são os mesmos hormônios que liberamos após fazer exercícios.

O contato físico favorável é um grande estimulador da produção de ocitocina, e um abraço é mais que um contato físico, é uma demonstração de carinho, amor e cuidado. Podemos afirmar que demonstrar amor fisicamente faz bem ao coração. A ação da ocitocina provoca a redução dos batimentos cardíacos e diminui a pressão arterial. E reduz todo o efeito nocivo do estresse do dia a dia. Ao liberarmos menos cortisol e adrenalina, também podemos facilitar os nossos processos imunológicos, fortalecendo a nossa imunidade.

É como se abraços representassem sucessivas vitórias contra o estresse, promovendo a boa saúde, uma vez que ocitocinas e endorfinas atuam beneficamente sobre os sistemas cardiovasculares, imunológicos e emocionais.

E em tempos de quarentena, quando, muitas vezes, não podemos abraçar sequer os familiares e amigos? Vai nos faltar este poderoso “elixir do bem-estar? Claro que não!

Podemos, neste momento, exercitar o autoabraço, que por definição é a representação do autocuidado, referência carinhosa de si mesmo e amor próprio. Através do autoabraço, podemos usufruir dos mesmos benefícios neurofisiológicos e físicos do abraço compartilhado, mas com autonomia e segurança neste momento de pandemia. 

Usufruir deste momento saudável pode fazer bem a cada um de nós. Um autoabraço se dá quando entrelaçamos generosamente os nossos braços sobre nosso peito, respiramos fundo e suspiramos. Usufrua da maravilhosa sensação de ser acolhido por si mesmo, de cuidar de si amorosamente, lembrando-se de manter este abraço por 20 segundos. Aproveite para fazer afirmações positivas a seu respeito. O seu cérebro entenderá o recado e irá agir a seu favor, liberando os tão desejados hormônios do bem-estar.

Vale autoabraçar em qualquer lugar, mas para sua autopercepção ser mais ampla, aproveite os momentos do banho e antes de se deitar para dormir. Seu corpo todo agradecerá por isto!

E, no dia do abraço, vale também combinar e exercer os autoabraços compartilhados à distância nas lives com familiares e amigos. O importante é usufruir amorosamente do poder de cura desta forma autossuficiente de cuidar e de manifestar amor a si mesmo!

Dra Carmen Sylvia Ribeiro é psiquiatra, com especialização em neurociência. Também é membro do Departamento Científico de Psiquiatria e do Comitê Permanente de Prevenção ao Suicídio da SMCC (Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas).


Anúncios

Notícias Recentes

HIDS inicia diagnóstico arqueológico

HIDS inicia diagnóstico arqueológico

Trabalho será realizado na Fazenda Argentina e nas áreas adjacentes O HIDS (Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável), o um cluster de inovação de terceira geração que será construído em Campinas e foi o tema da matéria especial da Revista MedicAção de...

Clube dos Médicos está com inscrições abertas para aulas de tênis

Clube dos Médicos está com inscrições abertas para aulas de tênis

Podem participar associados ou não, a partir dos quatro anos de idade; há opções aulas individuais ou em grupo O Clube de Campo da SMCC está com inscrições abertas para as aulas de tênis. Podem participar associados ou não, mas associados possuem valores exclusivos e...

Matrículas para cursos de idiomas vão até 28 de janeiro

Matrículas para cursos de idiomas vão até 28 de janeiro

Estão disponíveis aulas de inglês, italiano e espanhol, do básico ao avançado A SMCC prorrogou as inscrições para os cursos de idiomas do primeiro semestre de 2022 para o dia 28 de janeiro. Associados, dependentes e não associados poderão fazer cursos de inglês,...